Salto é a 52ª melhor cidade para fazer negócios

Os dados foram apresentados no estudo da Urban Sistens que avalia o potencial de desenvolvimento econômico dos municípios

Por Redação (Itu - SP) 16/10/2019 - 16:03 hs
Foto: Imprensa Salto

Salto ocupa posição de destaque dentre as melhores cidades do Brasil para fazer negócio. Os dados foram publicados na última semana, no estudo realizado pela Urban Systems, que gera o ranking frequentemente utilizado pela revista Exame. Entre 317 cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes, o município galgou a posição de 52ª melhor cidade para fazer negócios, superando o resultado do ano passado que apontou a colocação de 83° posicionamento.

O estudo avalia desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e infraestrutura. Nesses quesitos, Salto realmente vem se aplicando, o que comprova dados pesquisados.

Desde o início desta gestão, Salto vem acompanhando e incentivando a expansão de empresas através de incentivos fiscais, a exemplo das Lojas Cem que optou por centralizar e construir novo depósito em Salto, gerando cerca de 200 novos postos de trabalho diretos e indiretos. Também é comprovada a criação de novos cursos e constante realização de eventos que promovem a qualificação de mão de obra e de novos microempreendedores para o município. Além disso, as obras que estão sendo finalizadas na região noroeste com melhorias em infraestrutura e duplicação de rodovias, bem como melhorias semelhantes sendo continuadas em outra extremidade do município comprovam esses resultados. 

No recorte de Desenvolvimento Social, que mede o reflexo do desenvolvimento de negócios na cidade sobre a população local, por meio dos indicadores sociodemográficos: educação, saúde, segurança e esperança de vida ao nascer, Salto teve o melhor desempenho, dentre os quatro recortes, pois subiu seis posições, de 19º para o 13º lugar.

A cidade de Salto, conta com uma série de incentivos para empresas saltenses e outros negócios; fatores aliados a localização geográfica, 120 quilômetros da capital e a poucos quilômetros do aeroporto de Viracopos, em Campinas, considerada a capital do interior, o que beneficia bons resultados.