Em Capivari, SAAE realizará interligação do coletor tronco Lava-Pés

Para o prefeito, Rodrigo Proença (PSDB) esta obra é de extrema importância para que Capivari atinja os níveis de pontuação para firmar presença no programa estadual, Município Verde e Azul.

Por Redação (Itu - SP) 09/01/2017 - 13:37 hs
Foto: Prefeitura de Capivari

A liberação final da obra do coletor tronco Lava-pés, foi expedida em dezembro de 2016. Na oportunidade, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) pôde efetuar o pagamento final à empresa contratada, o que encerra o contrato, tanto com o fornecedor quanto para com o Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos). A obra coletará o esgoto dos bairros: Jardim Santa Maria, Vila Fátima e Jardim Nova Aparecida, bem como atender a demanda futura para um total de 10 mil habitantes.

Por conta disso, o SAAE realizará a interligação do coletor tronco na próxima semana, em oito pontos. O engenheiro ambiental do SAAE, Caio Kerches, explica que, “toda a rede de esgoto pública dos bairros será interligada com o coletor tronco principal que transportará o esgoto até o destino final adequado para tratamento”.

O projeto da implantação do coletor tronco Lava-Pés contempla duas EEE (Estações Elevatórias) 36 poços de visita, 581 metros de linha de recalque e a construção de 2.093 metros de coletor para transportar o esgoto coletado até a ETE Central (Estação de Tratamento de Esgoto).

Segundo o superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, “nenhuma interligação poderia ter sido realizada sem que o Fehidro aprovasse a obra. O Fundo somente faz testes finais usando água para verificar se a obra foi realizada adequadamente. Utiliza-se a água, pois, caso algo anormal acontecesse ficaria fácil o conserto e não causaria incomodo devido ao mau cheiro que se instalaria na rua. Como a obra foi liberada em dezembro, daremos início as oito interligações necessárias para limpar o córrego Lava-Pés”, explica.

O projeto aprovado pelo Fehidro foi orçado em R$ 1,5 milhão, sendo que, R$ 132 mil é de contrapartida do SAAE.

Para o prefeito, Rodrigo Proença (PSDB) esta obra é de extrema importância para que Capivari atinja os níveis de pontuação para firmar presença no programa estadual, Município Verde e Azul. “Até o final de 2018, nossa meta é tratar 95% do esgoto coletado e assim Capivari estará ainda mais preparada para o crescimento econômico, preservando assim o meio ambiente e proporcionando mais qualidade de vida à população”, ressalta o prefeito.