Vereador de Salto apresenta Projeto de Lei para auxiliar no combate ao novo coronavírus (Covid-19)

Por Redação (Itu - SP) 18/03/2020 - 16:03 hs
Foto: Imprensa Câmara Salto

Nesta segunda-feira, dia 16, o vereador Márcio Conrado apresentou o Projeto de Lei nº 18/2020 que visa tornar obrigatória a disponibilização de álcool em gel em estabelecimentos comerciais de Salto, bem como no transporte coletivo, feiras livres, táxis, e demais estabelecimentos privados, além da fixação de cartazes disponibilizados pelo governo federal e estadual para auxiliar na prevenção e na informação ao público sobre a prevenção do novo Coronavírus.

“A propositura é apenas educativa e de conscientização, não gerando punição em pecúnia (multa) para aqueles que não quiserem ou não puderem aderir à ideia, lembrando que todos nós temos a obrigação dentro das nossas possibilidades de trabalhar contra o avanço da pandemia”, ressaltou o vereador.

Tramitação – O projeto já foi protocolado e inserido no Roteiro da sessão ordinária desta terça-feira, dia 17. Por meio de ofício, o edil solicitou que o PL seja tramitado em regime de urgência, para tanto este pedido foi votado e aprovado na 7ª sessão ordinária. Na sequência, segue tramitando na Casa de Leis, aguardando parecer do setor jurídico do Legislativo e também das Comissões Permanentes, antes de ir para discussão e votação em Plenário.

Sobre o Coronavírus – Segundo o Ministério da Saúde, o Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/2019 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19). Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

Para prevenir o contágio é importante lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel; cobrir o nariz e boca ao espirrar ou tossir; evitar aglomerações se estiver doente; manter ambientes bem ventilados; não compartilhar objetos pessoais. Os sintomas mais comuns são: febre, tosse e dificuldade para respirar.