Defesa Civil de Salto reforça o combate ao uso de cerol na cidade

Com o período de férias escolares de julho, a Defesa Civil de Salto reforça a campanha nacional do combate ao uso de cerol e outras linhas cortantes.

Por Redação (Itu - SP) 11/07/2018 - 13:06 hs
Foto: Imprensa Salto

Com o período de férias escolares de julho, a Defesa Civil de Salto reforça a campanha nacional do combate ao uso de cerol e outras linhas cortantes, utilizadas para soltar pipas e similares.

Ao lado da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar, a Defesa Civil realiza constantes fiscalizações na cidade para coibir a comercialização e a utilização desse tipo de material, que oferece grande risco, principalmente a ciclistas e motociclistas. Somente neste final de semana foram realizadas 22 apreensões de linhas com cerol e outras linhas cortantes em diversos pontos da cidade.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Orlando Neri, é de extrema importância a consciência, principalmente dos pais e responsáveis, de que as crianças devem evitar o uso do cerol, pois as consequências podem ser enormes.

“Realizamos um constante trabalho junto à GM e à PM de fiscalização e repreensão ao comércio e ao uso do cerol, mas temos que contar com a colaboração de todos. Cansamos de ver diariamente no noticiário os acidentes, muitas vezes fatais, causados pelo uso do cerol nas linhas de pipa. Temos que ter a consciência desse perigo”, alertou o coordenador da Defesa Civil.

A partir da próxima semana, o Departamento de Trânsito, em parceria com a Concessionária Rodovia Colinas, Concessionária Rodovias do Tietê e a Defesa Civil realizará na cidade uma campanha voltada ao uso de cerol e outras linhas cortantes. Durante as ações serão oferecidos aos motociclistas antenas corta linha e adesivos refletivos para capacetes.

Na quinta-feira (19), das 14h às 16h, a ação será realizada na Praça XV de Novembro, na avenida Dom Pedro II e na sexta-feira (20) será no cruzamento da avenida dos Trabalhadores com a rua Ribeirão Preto, no Jardim Marília, também das 14h às 16h.