Mulher, suspeita de matar o próprio filho, já está solta

Mulher, suspeita de matar o próprio filho, já está solta

O caso aconteceu na madrugada do último sábado (20)

Por Redação (Itu - SP) 22/01/2018 - 12:05 hs

Amanda do Rosário Amaral, suspeita de matar seu bebê de apenas dez meses na madrugada deste sábado (20), foi presa na manhã do mesmo dia e libertada na tarde deste domingo (21).

As informações foram confirmadas pelo advogado de Amanda, na manhã desta segunda-feira. A jovem de 18 anos foi liberada na tarde de ontem(21), após audiência de custódia, pelo juiz de plantão que concedeu a liberdade provisória mediante ao pedido do advogado da acusada. Um termo de compromisso deve ser assinado ainda hoje pela mulher e, consequentemente, um novo julgamento será realizado por um outro juiz.

No sábado, ela não resistiu à prisão e foi atuada em flagrante por homicídio qualificado pela Força Tática da Polícia Militar. Se condenada, poderá pegar de seis a vinte anos de prisão.

O caso

Segundo a PM, a acusada confessou ter ingerido bebida alcoólica e ter feito o uso de entorpecentes, na casa de uma amiga. A PM também informou que o assassinato, mediante sufocamento, teria ocorrido porque a criança não parava de chorar. 

Por volta das sete horas da manhã, ao perceber que o bebê continuava desacordado, a possível autora levou-o até a casa da avó, e não tendo êxito em reanimá-lo, procuraram atendimento no Hospital São Camilo, mas a criança já estava sem vida. A Polícia foi acionada pela equipe médica.

(Colaborou: Henrique Gandini e Fernando Vitarelli)

 

 

 dini e Fernando Vitarelli)