Museu de Salto recebe oficina gratuita de auto retrato em relevo

Interessados podem se inscrever até o dia 12 de setembro

Por Redação (Itu - SP) 29/08/2017 - 17:05 hs

O Museu da Cidade de Salto “Ettore Liberalesso” recebe, no dia 13 de setembro, quarta-feira, a oficina de “Autorretrato em Relevo – Produção de Módulos da Instalação Toque”. A atividade será realizada apenas com cola branca e sucatas de papel e papelão. Os interessados devem se inscrever até o dia 12 de setembro, terça-feira, no Museu da Cidade ou pelo telefone (11) 4029-3473. A atividade tem 25 vagas disponíveis e é voltada para maiores de 15 anos.

A oficina dura a dia todo, sendo dividida em duas etapas - das 9h30 às 12h e das 13h30 às 16h30. Toda orientação técnica para construção dos relevos será dada durante a atividade, preservando-se a espontaneidade de expressão dos criadores. O participante não precisa ter experiência prévia e seu autorretrato passará a integrar o conjunto da instalação nas próximas mostras de TOQUE.

A atividade é gratuita, mas cada participante deve obrigatoriamente levar um tubo grande (1 kg) de cola branca “cascorez extra” (rótulo azul), material indispensável. Os demais materiais serão fornecidos pelo projeto.

A oficina, ministrada por Hélio Schonmann, faz parte do projeto TOQUE, que está em exposição no Museu da Cidade, e reúne mais de 90 autorretratos em relevo, realizados por pessoas com e sem formação artística, videntes e pessoas sem visão, pacientes psiquiátricos, entre outros. Cada um desses trabalhos constitui um módulo do conjunto colaborativo e inclusivo. Toda extensão dos relevos pode ser tocada pelo observador, o que imprime um caráter lúdico à obra, atraindo diferentes faixas etárias de público.

O projeto constitui uma instalação em processo de autoria compartilhada. A construção do conjunto foi iniciada em janeiro de 2016, envolvendo atualmente nove municípios paulistas na rede de oficinas de criação desses autorretratos. Em todos os locais em que são realizadas mostras, uma oficina é promovida. A instalação vai se ampliando, assim, gradualmente.

A exposição pode ser visitada até o dia 13 de setembro, das 9h às 17h, no Museu da Cidade de Salto, que fica à rua José Galvão, 104 – Centro.

Hélio Schonmann

Artista visual e professor. Frequentou, nos anos 70 e 80, o Atelier de Livre Criação em Artes Plásticas do Museu Lasar Segall, em São Paulo, onde assumiu posteriormente o cargo de orientador (1979/83). No final dos anos 90, incorporou a instalação e a gravura em seu fazer artístico, tendo recebido orientação de Evandro Carlos Jardim. Realizou mostras individuais e vem participando de mostras coletivas e trabalhos colaborativos de arte urbana no Brasil, Argentina, Alemanha, Itália, China, Cuba, México, EUA, Índia e França. Sua obra está presente no acervo de instituições públicas e privadas, como Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea de Botucatu, Museu Olho Latino (Atibaia), entre outros. A partir de 2009 iniciou um trabalho de coordenação de projetos de arte pública colaborativa e curadoria dos ciclos de mostras coletivas VI(VER), duplamente premiados pelo ProAC SP, Reside e trabalha  atualmente na cidade de Louveira, SP.